23/05/2016

Resenha: Um ano inesquecível - Amor de carnaval.

Oi gente, tudo bem?? Hoje eu venho com a última resenha do livro amorzinho. Como vocês já devem ter decorado, o livro "Um ano inesquecível" foi escrito por quatro escritoras: Paula Pimenta, Babi Dewet, Bruna Vieira e Thalita Rebouças. O conto de hoje foi escrito pela Thalita Rebouças, ela ficou com o verão (aproveito pra mandar um abraço para essa estação que me deixou). Eu já tinha lido um livro da Thalita, mas nada tão nessa vibe, agora eu quero é MAIS. Enfim, vamos pra resenha??

Título: Um ano inesquecível
Conto: Amor de carnaval.
Autora: Thalita Rebouças.
Editora: Gutenberg
Páginas: 305 a 397
Sinopse: skoob
Classificação: 


Verão chegou, com isso veio as férias e as cariocas já queriam curtir da melhor forma. Tati, Kaka e Inha, três amigas inseparáveis, faziam tudo juntas, TUDO MESMO. Tati queria ser famosa, Kaka queria ser da realeza e Inha só queria sossego e ser uma nutricionista.

O irmão de Tati era reserva do Flamengo e na virada do ano todos foram para uma casa de praia, Tati e as amigas não ficaram de fora, iria ter flashs e gente famosa, tudo que Tati sempre quis.

No primeiro dia do ano ela viu que seu irmão estava com foto estampada num site de fofoca beijando a funkeira KeroKero. Ela já acordou as amigas e queria curtir a praia para ser pega por algum fotógrafo, dito e feito, ela e as meninas saíram em vários sites como "irmã de namorado da funkeira Kero Kero curte a praia com as amigas."

E como sabem, verão significa carnaval, então nesse adorável momento brasileiro, elas foram para o camarote no sambódromo junto com a funkeira e o reserva do flamengo, o foco com certeza seria o casal então as três iriam ficar para escanteio. TUDO QUE A INHA, AMIGA DA TATI QUE TA MEIO CALADINHA AINDA, QUERIA.

Inha (que eu disse que tava calada) estava cansada de ficar com as amigas e foi ao banheiro, nessa saidinha dela é que COMEÇA A HISTÓRIA. Ela esbarra em um homem M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O. Os dois não eram muito bons com as palavras, mas ficaram conversando um bom tempo. De repente o Paçoca (amigo do Deus grego chamando Guima - Guilherme Guimarães) chegou e foi ai que Inha percebeu que precisava voltar para as amigas, só que elas apareceram em seguida. 

Todos viraram amigos (bem coisa de filme) e olha que coincidência, Inha e Guima eram apaixonados pela Portela o que fez os dois irem assistir o desfile da escola na grade.

"Quem nunca deu uma surtadinha e desejou a todas inimigas vida longa para que elas vejam cada dia mais nossas vitórias? Valeska não cantou uma coisa dessas à toa."

Os dois fiaram juntos até Tati vir chamar a amiga para ir embora, eles se beijaram no primeiro "encontro" (coisa que a Inha não fazia) trocaram telefones e Guima prometeu ligar assim que acordasse.

No dia seguinte o telefone dela toca as NOVE DA MANHÃ, ela pensou que fosse o amado Guima, mas na verdade era a amiga dela pra conta que os dois estavam em todos os sites de fofoca. As manchetes falavam que ele namorava uma modelo mega famosa e tudo que Inha não queria, era ficar famosa ainda mais dessa forma.

Ela criou um ódio por Guima ter mentido pra ela, e ele nada satisfeito começou a fazer serenatas e acampar na porta do prédio dela. Estava difícil escapar dele e das juras de amor que ele fazia, além de estar nítido que ele realmente a amava.

Será que essa paixão de carnaval foi todo esse fiasco mesmo ou será que Inha ouviu a versão do Guima e o perdoou? Enfim, só lendo para saber.


E ai, você já leu? Me conte se gostou do livro e da resenha.
Um beijo e até o próximo post.

Resenhas dos outros contos.

Acompanhe nas redes sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário